Baú de Aleatoriedades

A Magia dos Cristais: Como e Porquê fazer Mandalas de Cristais

Recentemente eu li “The Ultimate Guide to Crystal Grids” da escritora Judy Hall e achei tão interessante as informações que, com base nesse livro, resolvi fazer este post. O livro é em inglês, então eu não estou fazendo uma tradução literal e sim um “apanhado” com as minhas palavras, juntando com mais alguns conhecimentos sobre cristais que adquiri ao longo do tempo.

Um pouco sobre Cristais e porquê eles não são pedras comuns

4cf1b19b6711a02d9953d00e75cca0bc

Por ser considerada como uma “pseudociência”, o estudo dos cristais pode ser visto como besteira para uns e apenas itens decorativos para outros. Porém, de forma resumida, os cristais são diferentes das pedras comuns, já que os cristais são compostos de uma das estruturas moleculares mais perfeitas geradas na natureza. Ou seja, não só a aparência externa é bonita, mas molecularmente os cristais têm uma composição estável e harmônica. Não é à toa que o quartzo, um dos cristais mais comuns, é usado para estabelecer a precisão de relógios, devido sua estabilidade e precisão. Partindo do princípio de que tudo no universo é energia, os cristais também têm sua própria energia que foi consolidada através de anos ou até séculos e milênios durante sua formação. Por isso eles são tão conhecidos pelas suas propriedades energéticas.

QuartzGlass
À direita: estrutura molecular de um cristal de quartzo transparente. À esquerda: estrutura molecular de um material amorfo, no caso o vidro comum. Apesar de à olho nú parecerem o mesmo material, são atômica e energeticamente muito diferentes.

Aproveitando a deixa do quartzo usado nos relógios, já quero dizer que o tamanho do cristal não influencia no seu poder energético, o cristal pode ser pequeno ou grande, ele vai funcionar. Também a sua forma não altera sua energia, mas pode influenciar em como o cristal irradia energia. O cristal não precisa ter um formato perfeito para atuar, pois se ele tem “interferências” na sua forma, ele até atuará melhor na mandala de cristais, por conseguir superar essas falhas na sua formação geológica, ele carrega essa energia.

O que é e para que serve uma Mandala de Cristais

b36d6f819244a6a21038b51bd5d435b7

A mandala de cristais, ou em inglês, crystal grids, são formas geométricas ou símbolos confeccionados com diversos cristais, de acordo com a intenção de quem o cria. As mandalas de cristais são ferramentas potentes, já que concentram as energias manifestadas pelos cristais que a compõem. Além disso, combinando vários cristais é mais impactante, energeticamente falando, do que usar apenas um cristal individualmente.

Enquanto a mandala aparenta ser plana, na verdade ela cria uma energia multidimensional que se expande através da dimensão física e não-física. Um pequeno triângulo, por exemplo, purifica e protege energeticamente uma casa inteira, enquanto que uma espiral simples irradia energia numa vasta área ou atrai alguma energia como prosperidade ou amor para o seu centro. Já um hexagrama colocado sob uma foto ou nome completo e data de nascimento, transfere cura para alguém à distância.

Como fazer uma Mandala de Cristais

a15e316f7af585c9c2b9f69eeb505f87

Primeiramente, é claro, você deve ter alguns cristais. Não precisa ser muitos, já que você pode fazer uma mandala mais simples ou mais complexa, o número de cristais não precisa ser grande, desde que preencha seu objetivo. Na verdade, não é interessante usar muitos cristais (em número e em tipo) porque pode acabar sobrecarregando as energias, então bom senso e seguir sua intuição é essencial. Em segundo lugar, alguns conhecimentos prévios são importantes: saber as propriedades dos cristais que você tem, saber realizar a limpeza/purificação, energização e programação dos cristais, fazer uso da sua intuição (ou saber como usar um pêndulo) e saber fazer uma visualização básica. Isso tudo será importante para montar a mandala e fazê-la funcionar corretamente. Se você atende os “pré-requisitos”, então vamos lá:

1 – Selecione um local (pode ser sob ou ao redor do seu corpo para mandalas usadas em meditação, pode ser em um local na sua casa, local de trabalho, na natureza, enterrando no solo, numa foto ou nome completo e data de nascimento de alguém – nesse caso, é essencial pedir a autorização da pessoa -, ou num mapa);

2 – Limpe fisicamente o local onde montará a mandala e purifique com um incenso apropriado (como sálvia, lavanda, arruda, alecrim, etc.);

3 – Selecione os cristais que serão usados seguindo sua intuição e de acordo com a sua intenção ao criar a mandala. Esses cristais devem ser limpos e energizados previamente. Segure-o e programe-o usando uma afirmação simples e clara, pedindo para que o cristal atue na mandala juntamente com os demais cristais;

4 – Você pode seguir um template (veja mais adiante nesse post), usando conhecimentos de geometria sagrada ou criar o seu próprio, seguindo sua intuição ou com a ajuda de um pêndulo para posicionar os cristais na mandala;

5 – Comece a posicionar os cristais conforme desejar. Se a intenção é de centralizar/segurar energias ou proteger, comece colocando os cristais que ficarão externos primeiro. Se a intenção é irradiar energia (como amor, cura, etc.), comece pelo centro;

6 – Quando terminar, confira se os cristais estão alinhados corretamente;

7 – Usando os dedos indicador e médio da sua mão dominante ou um bastão de cristal (ou mesmo uma varinha com ponta de cristal), junte os pontos da mandala, visualizando os traços que ligam os cristais se formando, enquanto mentaliza claramente a sua intenção ao criar a mandala;

8 – Adicione um cristal para servir de perímetro ou âncora, se apropriado (veja à seguir em “cristais na mandala”);

9 – Ative a mandala tocando os cristais com os dedos ou com o bastão/varinha e reafirme a sua intenção;

10 – Manutenção: O tempo que a mandala ficará montada deve ser segundo sua intuição. Você também pode usar o pêndulo para isso. Para manter a mandala ativa, cheque-a regularmente (mas não cheque demais, pois senão você não abre espaço para as energias serem trabalhadas – para mandalas de proteção/defesa e transmutação pode ser diariamente e mandalas irradiadoras de amor, prosperidade, etc., uma checagem semanal é suficiente). Ao checá-la, reafirme sua intenção e limpe/energize os cristais usando o spray (vou ensinar fazer abaixo) se necessário. Se você não tiver o spray, desmanche a mandala temporariamente, limpe e energize os cristais e volte-os nas posições. Às vezes também pode acontecer que você sinta que algum cristal deve ser trocado de lugar, ou que deve ser adicionado/retirado algum cristal, e isso pode ser feito com certeza;

11 – Desfazendo a mandala: Quando sentir que a mandala já fez seu trabalho (pode ser minutos, horas, dias, semanas ou até meses), desmanche-a segurando cada cristal na mão e agradecendo pelo seu trabalho, dizendo que esse trabalho não é mais necessário agora. Peça que a energia criada pela mandala seja desligada e agradeça. Limpe o local física e energeticamente (com incenso, assim como no início. Se você tiver o spray, também pode borrifar um pouco no local). Limpe e energize os cristais usados e coloque-os numa caixa por um tempo, para que eles “adormeçam” até um novo uso (que pode ser ou não numa nova mandala, como desejar).

Cristais na Mandala

1492512024f3543922ff87b412f410f4

  • Cristal-chave: É o cristal que vai no centro da mandala. Ele é o ponto de poder, um cristal que irá focar e amplificar. Quartzos são uma boa escolha, em especial o quartzo transparente, mas você pode usar o cristal que desejar.
  • Âncora: Centraliza e aterra a mandala. Pode ser colocado na mandala ou próximo à ela. Bons cristais para esse fim são o quartzo fumê e a turmalina negra.
  • Perímetro: Mantém energias invasoras distantes, principalmente se o intuito da mandala é proteção e transmutação. Sugestões para esse uso são a turmalina negra, labradorita ou selenita. Esse último irradia luz energeticamente na mandala e é muito interessante. O cristal do perímetro deve ser colocado próximo à mandala.

Spray para Limpar e Energizar os Cristais

61d9dac2a77577895c1845849a05a226

Limpar: turmalina negra, cianita azul, cianita preta, hematita, quartzo fumê.

Energizar: cornalina (conhecida também como carnelian ou ágata de fogo), citrino (“falso” ou verdadeiro, não tem problema), cianita laranja, quartzo transparente, jaspe vermelho, selenita rolada (não use a selenita bruta, pois ela dissolve na água).

  1. Selecione um ou dois cristais da lista acima para limpeza e um ou dois cristais para energização. Os cristais devem ser limpos e energizados previamente. Programe-os para que limpem e energizem as mandalas;
  2. Coloque-os num recipiente de vidro com água mineral (não pode ser água da torneira ou filtrada) e deixe sob a luz solar por algumas horas;
  3. Retire os cristais da água (que após limpeza e energização, podem ser usados novamente para qualquer uso que você desejar).  Coloque apenas a 1/3 da água energizada (já sem os cristais) em um pequeno recipiente de vidro com tampa. Acrescente algumas gotas de óleo essencial de alguma erva com propriedades de limpeza, como sálvia, lavanda, arruda, alecrim ou outra de sua preferência. Complete o frasco com vodka ou rum branco, que servirá como conservante desse preparo. Essa mistura é a “essência mãe” e pode ser guardada em local arejado e seco por até 1 ano;
  4. Para confeccionar o spray, coloque 7 gotas da “essência mãe” em um pequeno frasco de spray de vidro (do tipo daqueles sprays para dor de garganta) e complete com água mineral;
  5. Espirre na mandala de cristais sempre que sentir que é necessário, quando realizar a checagem, conforme detalhado acima.

Templates para as Mandalas de Cristais

e3721247a12a82f5a21e3025e46938de

Os templates que são usados nas mandalas são, na maioria dos casos, símbolos de geometria sagrada. Eu selecionei alguns que achei interessante com base no livro da Judy Hall e acrescentei uma breve explicação, mas você pode usar os símbolos de sua preferência. Disponibilizei os símbolos citados aqui em tamanho A4 para impressão. Para baixar este arquivo com os templates, clique aqui. Você pode colocar os cristais sob a folha de papel impressa (após cortar as bordas), pode fazer a mandala sem o símbolo por baixo ou, da forma que eu acho melhor, com um vidro transparente por cima da folha (como se fosse um porta-retrato), já que se estiver direto no papel, quando você usar o spray, a folha vai ser danificada. Como você pode ver nas fotos do post, muitas pessoas confeccionam os símbolos em madeira, o que é muito interessante se você tiver essa possibilidade. Mas acho que se você está começando com as mandalas, dá para ir usando os símbolos em papel para ir se familiarizando e vendo qual funciona melhor para você.

lemniscateLemniscate (número “8” deitado): Aterramento e Unificação

O lemniscate é um símbolo do infinito, da transformação, dos ciclos. Todo fim é um novo começo. Dois se tornam um, assim simbolizando equilíbrio de opostos: feminino e masculino, dia e noite, escuridão e claridade. Na mandala, é excelente para ser usado com o objetivo de equilibrar algo. Ele ao mesmo tempo que limpa as energias tóxicas, também energiza. Também pode ser usado quando duas partes separadas devem se unir, por isso é ótimo para ser usado com objetivo de reconciliação, por exemplo. Como é infinito, pode ser uma reconciliação em qualquer tempo: passado, presente e futuro, centrados no “agora”.

vesica_piscisVesica Piscis: Criação e Manifestação

vesica piscis é conhecido como “o útero do universo” e expressa a lei hermética “as above, so below; as within, so without” (o que está em cima é como o que está embaixo; o que está dentro é como o que está fora). imagesNa mandala, esse símbolo representa a união e o “chão comum”, mas ao mesmo tempo a separação em dois componentes separados.

continuous_vesica_piscis
(Vesica Piscis contínua)

Usado para unir e criar energia. Uni lógica, intuição e emoção, ou passado, presente e futuro. É ótimo em assuntos relacionados com criação, colaboração, resolução de conflitos para encontrar um ponto em comum, um acordo. Ótimo também para novos inícios. O cristal-chave pode ser escolhido para simbolizar o seu propósito ao unir as duas partes.

Untitled 2
À direita: primeiros dias de um embrião, a multiplicação celular é base para alguns símbolos citados aqui, como o vesica piscis, flor da vida, além da semente da vida e outros. À esquerda: o sistema reprodutor feminino como base para a vesica piscis contínua, além da espiral de proporção áurea (detalhes abaixo).

090303 TriangleSpiralEspiral de Proporção Áurea (Golden Ratio Spiral): Vortéx de Gerenciamento de Energias

A espiral é uma das formas fundamentais em que todo organismo cresce. Isso cria energia, irradiando de um ponto central. Dependendo como for colocada, a espiral puxa energia para o seu centro (para isso, comece colocando os cristais de fora para dentro) ou irradia energia, de dentro para fora (comece colocando o cristal-chave primeiro, no centro). A mandala de espiral re-energiza um local ou ajuda a começar um projeto, enviando a semente da ideia ao universo. Especialmente útil para ser usado sob uma foto ou mapa que tenha a ver com o seu objetivo. Se o objetivo tem a ver com novos começos, esta mandala é particularmente interessante de ser confeccionada durante a lua nova e se o objetivo é irradiar energia, faça-a na lua cheia.

pentagramPentagrama: Abundância e Atração

O pentagrama absorve a assistência das forças universais, promovendo poder criativo e de proteção poderosa. Também atrai proteção e prosperidade. De forma invertida, é útil para ajudar a olhar profundamente para dentro de si ou transmutar energias tóxicas.

hexagramHexagrama: Proteção e Purificação

É um antigo símbolo de proteção e unificação de forças opostas. Como une céu e terra, equilibra a emoção primária do universo: o amor. Na mandala de cristais, equilibra desejos e necessidades internas e externas. Ajuda com insônias, principalmente com o uso da ametista e protege (para esse uso é interessante colocar uma foto da pessoa ou do que se quer proteção).

dragon's eye tetrahedronO Olho do Dragão – Tetraedro: O Olho Que Tudo Vê

É um símbolo muito forte de proteção, usando o poder dos triângulos. Essa mandala cria equilíbrio, centraliza e aterra energias, também é interessante para ser usada para abrir o terceiro-olho. Integra interior e exterior, acima e abaixo, vibrações. Também pode atuar no autoconhecimento e ajuda a reconhecer a beleza e o mistério de tudo à sua volta. É perfeito para usar para atrair/contactar um espírito guardião, especialmente um dragão mentor.

merkabaMerkaba – Estrela Tetraedro: O Veículo de Luz

É um símbolo usado para evolução espiritual pessoal, ascendendo a frequência do corpo físico para acessar dimensões superiores. Tradicionalmente, é usada para proteção e regeneração celular. Simboliza também fusão, união e perfeita harmonia. Une os hemisférios direito e esquerdo do cérebro, estimula a glândula pineal (terceiro-olho). No nível material, proporciona tranquilidade e paz mental, além de ajudar na manifestação do amor em todas as suas formas.

Flower_of_Life_19-circlesFlor da Vida: A Base da Criação

A flor da vida é um dos símbolos sagrados mais antigos do mundo, e bastante usado nas mandalas de cristais, pois pode ser usada para diversos propósitos. É símbolo de autoconhecimento e de conhecimento do universo como um todo. 25ac12435c74389c499476a8ba1a71aaNessa mandala, a precisão da posição dos cristais é necessária para controlar o fluxo de energia. Particularmente interessante para ser usada para atingir objetivos e sonhos ou para proteção de um ambiente. Também pode ser usada para balancear os chakras e para promover a cura do planeta Terra, da humanidade. Ótimo para ser usado para obter foco durante uma meditação ou para enviar cura/boas vibrações para alguém à distância, ou até mesmo para um local específico ou um país.

tree-of-lifeÁrvore da Vida: A Natureza do Divino

É considerado pelos estudantes da cabala como “mapa da realidade”, em que cada 32 caminhos levam para uma expansão do conhecimento sobre o divino ou a sabedoria da mente universal. Na mandala de cristais, a árvore da vida com dez pontos, como da figura ao lado, é usada para atrair integração, balancear o acima e o abaixo e levar a um profundo autoconhecimento em relação ao entendimento espiritual.

a0e2cd7b928257944474dca9a22dd349

metatron's cubeCubo de Metraton: O Mapa do Multiverso

Também bastante usado nas mandalas de cristais, o cubo de Metraton é um símbolo complexo e multidimensionalmente conectado, isto é, ele conecta energicamente todas as dimensões e contém em si desde a Flor da Vida até o Fruto da Vida. Ele une os quatro elementos, adicionalmente o “acima” (Universo) e o “abaixo” (Terra). Muito usado na alquimia como veículo de criação – ou para contenção de energias. Na mandala, pode ser usado com a intenção de co-criação, inspiração e transformação. É perfeito para convidar assistência angélica, já que é ligado ao anjo Metraton (daí o nome “cubo de Metraton”). Também usado para crescimento e desenvolvimento espiritual, proteção divina, expansão da consciência, criação e meditação.

labyrinthO Labirinto: O Eu Interior

O labirinto é uma jornada para descobrir o seu eu interior profundamente conforme a passagem do tempo, e isso inclui mudanças, crescimento, progresso e transformação. Enquanto você caminha no labirinto, você percorre o caminho para conhecer o seu verdadeiro eu. Essa jornada pede presença e centramento, ajudando você chegar até o centro. O labirinto ajuda a expandir a visão que você tem de si próprio e da sua jornada. Te ajuda a ver claramente e a ouvir profundamente. Também ajuda a conectar o “acima” (cérebro) com o “abaixo” (intestinos). Isso significa que pode ser usado para cura abdominal – também ligado ao chakra do plexo solar, das emoções. Inicie essa mandala em uma lua nova para autoconhecimento e na lua cheia para harmonizar os diferentes hemisférios do cérebro, ter um insight ou descobrir a resposta de uma questão interna.

Finalizando…

Espero que tenha gostado do post e que tenha te estimulado a usar essa ferramenta poderosa, principalmente se você já trabalha com cristais. Tentei deixar o post completo, porém ainda sim de forma resumida, então é interessante que você se aprofunde sob o assunto, principalmente se for usar um dos símbolos para o template da mandala, pesquisa mais sobre ele para melhor se conectar com ele e para saber sobre suas origens e outros significados.

Autorizo a reprodução total ou parcial deste post, desde que seja citada a fonte (meu blog: http://www.valentinevoodoo.wordpress.com) e as referências abaixo.

 

Referências:

  • Livro “The Ultimate Guide to Crystal Grids”, de Judy Hall;
  • Livro “Enciclopédia de cristais, pedras preciosas e metais”, de Scott Cunningham;
  • Site da Iowa State University (nde-ed.org);
  • Site do pesquisador Dr. Marcel Vogel (marcelvogel.org);
  • Canal do YouTube Woke A.F;
  • Todas as fotos de mandalas usadas neste post foram retiradas do Pinterest.

Mais imagens para se inspirar a criar sua própria mandala de cristais:

 

Anúncios

Obrigada pela visita e pelo comentário! Volte sempre ♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s